Sunday, May 9, 2010

Brightness-OM!



Spiritual seeker, please burn the aspirations of your ego in the fire of wisdom..
Incinerate your complaints simmering patience..
Dissolve that bruising in the crucible serene heart..
Plunge into the vastness of love which lives in the imperishable essence of your own being..
Travels on the waves of the supreme bliss and boundless peace tune..
My child, how beautiful the glow of your heart!
Looking at you I see Brahman!
Tuning my heart in yours, as brothers of journey, children of the same light, I perceive the oneness in us.
Ineffable brightness fulfils in of sweet certainty:
Love cure everything!
Tell it to people and help them awaken their spiritual lotus.
Talk of imperishable luminosity, patience, hope, spirituality and love without frontiers.
Ding their consciences with the rays of compassion.
Take them on flights of discernment and tune them to the immanent joy..
Invite them to the journey of self knowledge.


The initiated
Received spiritually by Wagner Borges

Much light and love
Om Shanti,
Dave


Brilho-OM

Buscador espiritual, por favor, queime os anseios de seu ego no fogo da sabedoria..
Incinere suas queixas no fogo brando da paciência..
Dissolva aquela mágoa no cadinho sereno do coração..
Mergulhe na vastidão do amor que mora na essência imperecível de seu próprio ser..
Viaje nas ondas da suprema bem-aventurança e sintonize a paz incomensurável..
Minha criança, como é lindo esse brilho de seu coração! Olhando-o, vejo Brahman!
Sintonizando meu coração no seu, como irmãos de jornada, filhos da mesma luz, percebo o "UM" em nós.
Inefável brilho preenche-nos da doce certeza: o amor cura tudo!
Fale disso às pessoas e ajude-as a despertarem seus lótus espirituais.
Fale do brilho imperecível, da paciência, da esperança, da espiritualidade e do amor sem fronteiras.
Toque suas consciências com os raios da compaixão.
Leve-as nos vôos do discernimento e sintonize-as à alegria imanente.
Convide-as à viagem do autoconhecimento.

Os Iniciados
Recebido espiritualmente por Wagner Borges

No comments:

Post a Comment